Aba 1

Postado em 29 de Dezembro de 2020 às 15h15

Vendas e empregos crescem em novembro, aponta Acenm/CDL

Economia e mercados (106)
Acenm/CDL Confira o relatório econômico para Nova Mutum referente ao décimo primeiro mês de 2020 Nova Mutum registrou em novembro um saldo positivo de 7 novos postos de trabalho (712 admissões x 705...

Confira o relatório econômico para Nova Mutum referente ao décimo primeiro mês de 2020

Nova Mutum registrou em novembro um saldo positivo de 7 novos postos de trabalho (712 admissões x 705 demissões), impulsionado pelos setores da indústria e comércio, que registraram saldo positivo de 42 e 30, respectivamente. O saldo foi puxado para baixo pela agropecuária, que registrou menos 55 postos de trabalho.

“Isso é reflexo do crescimento da indústria brasileira após o impacto da pandemia, provocado pelo aumento do consumo interno. Era um consumo represado, pois a indústria praticamente parou por 60 dias, mas o consumo, por outro lado, aumentou e foi ainda mais impulsionado pela ajuda emergencial. Quanto ao comércio, já era esperado esse saldo positivo de contratações. Boa parte são trabalhadores temporários para o período de festas, ocasião que aquece de forma natural a movimentação e as vendas”, explica o gerente administrativo da Acenm/CDL, Rodrigo Rigoni.

Já a movimentação do comércio, segundo dados do SPC Brasil, cresceu forte no mês de novembro, rebatendo a queda apresentada em outubro/2020. A alta foi de 9,41% em relação a novembro de 2019. Na relação sazonal que considera o mês anterior (outubro/2020), cresceu 7,09%.

A Acenm/CDL atribui esse crescimento à injeção da primeira parcela do 13º salário, também à ajuda emergencial ainda sendo injetada no comércio e ao período eleitoral que indiretamente é um forte injetor de recursos no mercado local.

Por: Tiago Franz | Jornalista 3621SC | Ascom - Acenm/CDL
Foto: Kacio Henrique/PMNM

Veja também

Falta matéria-prima para 68% da indústria retomar produção após a pandemia23/10/20 Em processo de retomada das atividades após o auge da crise econômica do coronavírus, o setor industrial brasileiro enfrenta agora a falta de matéria-prima e o aumento de preço dos produtos necessários para a produção. De acordo com dados de sondagem especial da CNI (Confederação Nacional da Indústria), 68% das empresas estão......
Inflação oficial fica em 0,71% na prévia de janeiro24/01/20 Resultado ficou abaixo do IPCA-15 de dezembro, de 1,05% O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), que mede a prévia da inflação oficial, registrou taxa de 0,71% em janeiro deste ano. O resultado......

Voltar para Notícias