Aba 1

Postado em 28 de Janeiro às 09h07

Representantes do Fisco enviam pedido de prioridade para reforma tributária à candidatos do Legislativo

Jurídico e Tributário (120)Economia e mercados (152)

Eleição para presidência do Senado e da Câmara acontecerá em breve e entidades do Fisco pedem atenção especial para reforma tributária sair o quanto antes.

A reforma tributária é uma das principais pautas a serem resolvidas pelo Legislativo neste ano. Diante das diversas discussões e propostas para reformulação do sistema tributário brasileiro e a lentidão com que a pauta está tramitando, sete entidades representativas do Fisco enviaram uma carta sobre o tema aos candidatos à presidência da Câmara e do Senado.

Febrafite, Anfip, Anafisco, Fenafim, Fenafisco, Sindifisco Nacional e Unafisco Nacional, pedem que o representante do poder Legislativo que foi eleito dê prioridade na votação de uma reforma tributária.

"Para as entidades, as novas Mesas da Câmara dos Deputados e do Senado Federal devem dar primazia à REFORMA TRIBUTÁRIA, a única capaz de produzir resultados imediatos e benfazejos como a geração de empregos, a justiça fiscal e o destravamento da economia, além de melhorar o ambiente de negócios com a simplificação de normas tributárias", consta em trecho da nota.

Os representantes do Fisco afirmaram preocupação com a pauta e que a resolução da mesma é de extrema importância para "recolocar o país nos trilhos do desenvolvimento econômico sustentável".

Nesta segunda-feira (25), o deputado Arthur Lira (PP-AL), candidato a presidente da Câmara, afirmou que, se eleito, priorizará no primeiro semestre a votação da proposta orçamentária de 2021, da PEC Emergencial e da reforma administrativa.

Já a reforma tributária, hoje parada em uma comissão mista de deputados e senadores, deverá ficar para depois.

Na Câmara os candidatos são:

Arthur Lira (PP-AL)
Baleia Rossi (MDB-SP)
Marcel Van Hattem (Novo-SP)
Luiza Erundina (Psol-SP)
Alexandre Frota (PSDB-SP)
Fábio Ramalho (MDB-MG)
Capitão Augusto (PL-SP)
General Peternelli (PSL-SP)
André Janones (Avante-MG)
No Senado concorrem:

Simone Tebet (MDB-MS)
Rodrigo Pacheco (DEM-MG)
Major Olímpio (PSL-SP)
Jorge Kajuru (Cidadania-GO)
Carta aos candidatos
Leia a carta na íntegra que foi disponibilizada no site da FEBRAFITE:

As entidades do Fisco abaixo assinadas, certas da importância decisiva do Congresso Nacional no esforço de buscar soluções para os complexos e urgentes problemas nacionais em tempos de crise econômica e sanitária, no ensejo da retomada do funcionamento das Casas Legislativas, em fevereiro, dirigem APELO aos(às) parlamentares candidatos(as) à presidência da Câmara dos Deputados e do Senado Federal para que deem absoluta prioridade à REFORMA TRIBUTÁRIA na agenda de votações de 2021.

O presente apelo expressa a preocupação das entidades das três esferas (federal, estadual/distrital e municipal) quanto à necessidade premente de, ouvindo os anseios da sociedade, recolocar o país nos trilhos do desenvolvimento econômico sustentável. Para as entidades, as novas Mesas da Câmara dos Deputados e do Senado Federal devem dar primazia à REFORMA TRIBUTÁRIA, a única capaz de produzir resultados imediatos e benfazejos como a geração de empregos, a justiça fiscal e o destravamento da economia, além de melhorar o ambiente de negócios com a simplificação de normas tributárias.

Fonte: Portal Contábeis

Veja também

MP 936: Entenda a estabilidade e multas para quem rescindir contrato de trabalho03/06/20 Ministério da Economia divulgou nota sobre empregadores que têm usado a rescisão contratual como fato príncipe ou força maior para driblar a estabilidade. Por DANIELLE NADER A MP 936, que permite a redução de salário e suspensão de contratos de trabalho, prevê uma estabilidade provisória para os funcionários que forem......
Inflação oficial de fevereiro fica em 0,25%12/03/20 Segundo IBGE, é o menor índice registrado para o mês desde 2000 O Índice Nacional de Preços aos Consumidor Amplo (IPCA), que serve como inflação oficial, ficou em 0,25%, em fevereiro. O resultado foi......

Voltar para Notícias

Acesse o regulamento no anexo a seguir:

Nós utilizamos Cookies para trazer uma experiência mais relevante nas suas navegações. Para saber mais acesse nossa Política de Privacidade.