Aba 1

Postado em 27 de Outubro de 2016 às 16h33

Prefeito decreta ponto facultativo no dia do servidor público

Acenm/CDL O prefeito Adriano Pivetta assinou o decreto nº122 de 24 de outubro de 2016, que torna ponto facultativo o dia 28 de outubro de 2016 para os órgãos públicos municipais da administração direta e...

O prefeito Adriano Pivetta assinou o decreto nº122 de 24 de outubro de 2016, que torna ponto facultativo o dia 28 de outubro de 2016 para os órgãos públicos municipais da administração direta e indireta. Nesta data é comemorado o dia do servidor público.

Os serviços emergenciais como a área da saúde (Pronto Atendimento) e coleta de lixo funcionarão normalmente. Nas demais unidades o funcionamento ficará a critério das secretarias, conforme a necessidade. Não haverá aulas em escolas da rede municipal.

Confira o Decreto abaixo:

DECRETO Nº 122, DE 24 DE OUTUBRO DE 2016.

“Decreta ponto facultativo a data que menciona e dá outras providências”.

O Sr. Adriano Xavier Pivetta, Prefeito Municipal do Município de Nova Mutum, Estado de Mato Grosso, no uso de atribuições legais que lhe são conferidas pelo Artigo 60, Inciso VI da Lei Orgânica Municipal.

DECRETA:

Art. 1º. Fica decretado Ponto Facultativo nos órgãos Públicos Municipais da Administração Direta e Indireta no dia 28 de outubro de 2016.

Parágrafo Único. As atividades referentes aos serviços públicos essenciais serão organizadas e executadas em conformidade com as determinações de cada secretaria.

Art. 2º. Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Art. 3º. Revogam-se as disposições em contrário.

Gabinete do Prefeito Municipal de Nova Mutum, Estado de Mato Grosso, em 24 de outubro de 2016.
 

Veja também

Cartão de crédito: saiba o que muda com as novas regras do rotativo30/01/17Objetivo das novas regras é evitar o endividamento do consumidor, que paga altas taxas quando não quita o valor integral da fatura no vencimento As novas regras para utilização do crédito rotativo do cartão entram em vigor no dia 3 de abril, de acordo com a Folha de S. Paulo. O objetivo das mudanças é evitar o endividamento do consumidor, que paga altas taxas quando não quita o valor integral da fatura no seu vencimento. Os juros aplicados sobre o valor remanescente multiplicam a dívida em pouco tempo.......
MT: Inadimplência cresceu mais de 7% em um ano26/08/15 Em junho de 2015, o número de dívidas em atraso de moradores do Mato Grosso cresceu 7,63% em relação a junho de 2014. O dado ficou acima da média nacional, que foi de 5,75%. O Mato Grosso foi, ainda, o estado com o 8º......

Voltar para Notícias