Aba 1

Postado em 02 de Agosto às 09h55

Nova Mutum: primeiro semestre de 2021 soma 1.445 novos postos de trabalho

Economia e mercados (157)Inadimplência (15)
Acenm/CDL Relatório econômico da Acenm/CDL para o mês de junho apresenta novo saldo positivo de geração de empregos, vendas em alta e inadimplência sob controle NOVA MUTUM, MATO GROSSO: Dados do...

Relatório econômico da Acenm/CDL para o mês de junho apresenta novo saldo positivo de geração de empregos, vendas em alta e inadimplência sob controle

NOVA MUTUM, MATO GROSSO: Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) apontam que em junho o País gerou 309.114 novos postos de trabalho, número fortemente impulsionado pelos setores de serviços e comércio: 125.713 e 72.877, respectivamente. Em Mato Grosso foram criados 12.046 empregos, também com a liderança dos setores de serviços e comércio: respectivamente 3.532 e 3.024 postos criados.

Em Nova Mutum o saldo de junho também foi positivo. O município registrou 1.134 admissões e 989 desligamentos, perfazendo o saldo de 145 novos postos de trabalho no mês. Diferentemente do país e do estado, em Nova Mutum o saldo positivo teve como principal responsável o setor da Agropecuária, que criou 132 novas vagas. O setor de serviços foi o único que apresentou saldo negativo, com menos 58 vagas.

No total do primeiro semestre de 2021 (janeiro a junho), Nova Mutum já contabiliza 1.445 novos postos de trabalho no mercado local. “Por mais um mês consecutivo Nova Mutum apresentou saldo positivo de geração de empregos, desta vez impulsionado pela nossa matriz econômica que é o agro. Nesse sentido Nova Mutum foi um dado fora da curva, contrariando o cenário estadual e nacional, onde a atividade de serviços foi a que mais contratou”, analisa o presidente da Acenm, Lirio Vitalli.

VENDAS – Em Nova Mutum, o ritmo de vendas no comércio varejista e serviços sofreu uma forte variação positiva se comparado com o mesmo período de 2020. O crescimento apresentando foi de 25%. Já na comparação com o mês anterior (maio), o crescimento foi de 8,76%.

“A retomada da economia local é evidente e junho mostrou isso com números expressivos, o que gera um crescimento do otimismo e da confiança tanto do consumidor quanto do empresário”, avalia o presidente da CDL Nova Mutum, Ronnie Sfredo.

INADIMPLÊNCIA – Um outro dado positivo é a desaceleração da taxa de inadimplência em Nova Mutum. Junho foi o sexto mês de queda consecutiva da inadimplência. A queda foi de 0,63% em comparação a maio. Já na comparação anual, ou seja, com junho de 2020, a queda foi ainda maior: 3,79%.

“Um fato curioso é que Nova Mutum, mesmo apresentando crescimento populacional expressivo na última década, está com os níveis de inadimplência sob controle. Vários pontos contribuem para isso, seja a injeção de recursos do auxílio emergencial, seja o maior cuidado tomado pelas empresas na hora de conceder crédito ao seu cliente ou ainda o comportamento do próprio consumidor, que vem optando por compras mais conscientes, pagando à vista ou pagando suas contas atrasadas”, analisa o gerente executivo da Acenm/CDL, Rodrigo Rigoni.

Por: Tiago Franz | Jornalista 3621SC | Ascom - Acenm/CDL
Foto: Alex Pereira

Veja também

IOF: entenda aumento que entra em vigor hoje (20) e atinge empréstimos, cartão e cheque especial20/09 De acordo com o governo, o reajuste temporário de IOF, que valerá até 31 de dezembro, é para financiar o Auxílio Brasil. O governo federal anunciou, na última quinta-feira (16), um aumento temporário do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF). A medida, que vale para pessoas físicas e jurídicas, entra em vigor hoje (20) e segue......

Voltar para Notícias

Acesse o regulamento no anexo a seguir:

Nós utilizamos Cookies para trazer uma experiência mais relevante nas suas navegações. Para saber mais acesse nossa Política de Privacidade.