Aba 1

Postado em 19 de Dezembro de 2014 às 17h01

Notas falsas deixam comerciantes de Nova Mutum em alerta

Acenm/CDL Novo Conteúdo 02 A Associação Comercial e Empresarial e a Câmara de Dirigentes Lojistas de Nova Mutum (Acenm/CDL) orientam empresários e funcionários de estabelecimentos comerciais a ficarem atentos...

A Associação Comercial e Empresarial e a Câmara de Dirigentes Lojistas de Nova Mutum (Acenm/CDL) orientam empresários e funcionários de estabelecimentos comerciais a ficarem atentos quanto a circulação de cédulas (notas) falsas de Real no comércio local. No período de final e início de ano, devido ao aumento no volume de vendas de diversos setores, esse crime se torna mais comum.

“Nós temos recebido alertas de lojistas associados sobre a entrada de notas falsas no comércio de Nova Mutum. A preferência dos falsificadores tem sido as notas de vinte reais [R$ 20]. É importante que todos fiquem atentos, os golpistas estão cada vez mais especializados neste tipo de crime. Atualmente essa checagem é feita constantemente de maneira visual e tátil, mas é possível se conseguir máquinas e canetas especializadas em identificar a falsificação. É um investimento que vale a pena”, destaca o presidente da CDL, Rodrigo Rigoni.

DICAS – Dentre as dicas repassadas por especialistas estão: checar com os dedos a textura da nota. (ásperas são verdadeiras, falsas são lisas). Todas as notas possuem uma marca d’água visível se colocada contra a luz, um fio de segurança e uma tarja que se movimenta mostrando o valor da nota.

Segundo as autoridades, golpistas agem sempre nos momentos de grande movimento no estabelecimento e também no final do expediente, quando os funcionários normalmente estão mais cansados mentalmente.

A Acenm/CDL recomenda ainda a comunicação policial imediata, para que as autoridades possam localizar o criminoso e ressarcir o prejuízo.

O Código Penal Brasileiro prevê em seu artigo 289 que falsificar, fabricar ou alterar moeda metálica ou papel moeda de curso é crime com reclusão que varia de três a 12 anos de prisão, além de multa.

_______________________________________
Assessoria de Imprensa – Acenm/CDL
Agência Folk – Comunicação Integrada
Tiago Franz – Jornalista 3621SC
Com: Diego Weber

Veja também

Acenm/CDL divulga ações realizadas no enfrentamento à crise do Covid-1913/04 Nas últimas quatro semanas, os mutuenses, assim como todos os brasileiros, mudaram suas rotinas para atender às recomendações e restrições impostas pelas medidas de enfrentamento à pandemia de Covid-19. Foi no dia 17 de março que saiu o primeiro decreto municipal (nº 027/2020) voltado a esta questão, estabelecendo as primeiras medidas. Antes disso,......

Voltar para Notícias