Notícias

Postado em 15 de Maio de 2015 às 20h46

Insegurança gera nova mobilização da classe empresarial e política de Nova Mutum

Institucional (79)Alertas e Comunicados (70)Parcerias e Apoios (58)

Entidades pedem ao Estado medidas emergenciais como vagas para internação de menores e mais efetivo policial

Acenm/CDL Entidades pedem ao Estado medidas emergenciais como vagas para internação de menores e mais efetivo policial A nova onda de assaltos e roubos registrados em Nova Mutum nas últimas semanas, especialmente contra estabelecimentos...

A nova onda de assaltos e roubos registrados em Nova Mutum nas últimas semanas, especialmente contra estabelecimentos comerciais, gerou uma nova mobilização da classe empresarial mutuense, encabeçada pela Associação Comercial e Empresarial e Câmara de Dirigentes Lojistas de Nova Mutum (Acenm/CDL) com apoio do Conselho Municipal de Segurança e poder público local.

Durante esta semana foram realizadas reuniões para organizar reivindicações ao Estado e buscar soluções no próprio município para amenizar o problema. “Não podemos fazer justiça com as próprias mãos, mas podemos agilizar medidas e buscar soluções de curto e médio prazo. Por isso a Acenm/CDL solicitou essas reuniões”, explica o presidente da Acenm, Jimmy Huppes.

Com presença de secretários municipais, representantes da Câmara de Vereadores e do Conselho Municipal de Segurança, além dos presidentes da Acenm e da CDL, Jimmy Huppes e Hermínio Carli, foi realizada uma reunião com a delegada Angelina Ferreira da Polícia Civil, na segunda-feira (11), e outra com o coronéis Marcos Vieira da Cunha e Fernando Carneiro da Polícia Militar, no dia seguinte. O objetivo dessas reuniões foi conhecer melhor a realidade das polícias para qualificar as reivindicações.

“Não é de agora essa mobilização. Já tivemos conversa com o governador no início do ano, já mandamos requerimento, mas está demorando para surtir efeito e nós estamos intensificando nossos manifesto. Empresários estão nos ligando com frequência; a imprensa tem cobrado bastante; precisamos de resultado”, comenta Huppes.

POLÍCIA CIVIL

Segundo a delegada, o maior problema do município, hoje, são os adolescentes infratores. Faltam vagas no Estado para internação de menores em centros sócio-educativos e a Polícia Civil não pode manter os adolescentes infratores internados por mais de cinco dias na delegacia de polícia, sob pena de responsabilidade. Essa situação acaba gerando muita reincidência de roubos com emprego de arma de fogo e outros crimes.

A estrutura para internação de menores construída em Lucas do Rio Verde através de um consórcio entre os municípios de Nova Mutum, Lucas do Rio Verde e Sorriso também foi assunto da reunião. A obra está pronta porém não há servidores para que a casa entre em funcionamento, o que depende exclusivamente do Estado. “Nossa reivindicação ao Estado é para efetivação emergencial dessa casa de internação, que terá 20 vagas, e construção de outras casas”, expõe o presidente da CDL, Hermínio Carli.

A delegada sugeriu a contratação de estagiários para reforçar os trabalhos internos de escritório e aquisição de novas viaturas. Uma outra medida simples para ajudar a Polícia Civil seria a instalação de divisórias para montar mais salas na Delegacia.

Também sugere o aumento do efetivo, com a urgente nomeação de novos servidores, principalmente dos investigadores de polícia que atualmente estão realizando curso de formação na academia de polícia, e a reativação da jornada voluntária para os policiais como forma de incentivo para trabalharem em seus períodos de folga.

POLÍCIA MILITAR

A partir da conversa com a PM serão feitas as seguintes reivindicações ao Estado: aumento do efetivo do Batalhão em mais 20 policiais – esse ano vem mais oito policiais para o Batalhão de Nova Mutum, oriundos da nova turma que está sendo formada no Estado –; política pública para que todo ano haja novas turmas de policiais sendo formadas; aumento do efetivo da Força Tática no município.

ENCAMINHAMENTOS

As entidades envolvidas na mobilização estão elaborando um requerimento que será assinado pela Acenm, CDL, Sindicato Rural, Câmara de Vereadores, Aprosoja e outras entidades e entregue ao secretário de Estado de Segurança Pública por uma delegação composta pelo prefeito Adriano Pivetta e representantes das demais entidades. A reunião deve acontecer na próxima semana.

Além disso, até o final do mês, a Acenm/CDL, em parceria com a Polícia Militar e a Polícia Civil, promoverá uma reunião aberta aos comerciantes mutuenses com a presença da Delegada Angelina, dos Coronéis Cunha e Fernando e do secretário Municipal de Administração, Geder Genz, para discutir a situação da segurança pública no município e apresentação dos resultados da mobilização.

CÂMERAS DE MONITORAMENTO

De acordo com Genz, hoje há 13 câmeras de monitoramento funcionando nas ruas de Nova Mutum e o número vai chegar a 30 câmeras no próximo ano. Essas câmeras estão interligadas em rede, e esta rede permite que câmeras de empresas privadas sejam interligadas para somar dados. Portanto, empresas que possuem câmeras em frente a suas sedes podem solicitar essa ligação, desde que seu equipamento seja compatível com o sistema.

DICAS PARA PREVENIR ASSALTOS

A delegada Angelina Ferreira recomenda às pessoas que atentem bem à movimentação ao chegarem em casa. Para empresas, recomenda evitar rotinas bancárias e restringir informações financeiras como idas ao banco, mesmo dentro da empresa. Sugere ainda o uso de vídeo porteiro pra evitar, por exemplo, que pessoas entrem de capacete nos estabelecimentos.

_______________________________________
Assessoria de Imprensa – Acenm/CDL
Agência Folk – Comunicação Integrada
Tiago Franz – Jornalista 3621SC 

Veja também

Abertas inscrições para 5ª Corrida do Trabalhador em Nova Mutum17/04/15Acenm/CDL convida empresas a participar Estão abertas as inscrições para a 5ª Corrida do Trabalhador, que acontece no dia 1º de maio em Nova Mutum. Os interessados devem procurar a Secretaria de Esportes que fica anexo ao ginásio Lauro Immich até do dia 24 de abril. Diferente das edições anteriores a corrida deste ano será limitada a 400 atletas e a inscrição custa um 01......

Voltar para Notícias