Aba 1

Postado em 21 de Março de 2016 às 15h21

FCDL defende linhas de crédito do Fundeic a micro e pequenos empreendedores

Acenm/CDL Com representatividade no Conselho de Desenvolvimento Empresarial (Cedem) a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL-MT) defendeu, na reunião do dia 10 de março, a destinação de...

Com representatividade no Conselho de Desenvolvimento Empresarial (Cedem) a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL-MT) defendeu, na reunião do dia 10 de março, a destinação de R$ 15 milhões do Fundeic para micro e pequenas empresas durante o ano de 2016. Este é o maior volume de recursos liberados pelo fundo nos últimos 12 anos.

Ficou definido que do montante de recursos disponíveis para aplicação anual, 51% serão destinados às micro e 49% às pequenas empresas. “Esta é a importância da participação da entidade no Conselho, conseguimos trabalhar em defesa dos micro e pequenos empreendedores”, destacou Célio Fernandes, representante da FCDL na reunião do Cedem quando foram aprovados os critérios.

As linhas de crédito serão administradas pela Agência de Fomento de Mato Grosso (MT-Fomento) e devem ser divulgadas no mês de abril. O presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas, no entanto, chama atenção dos micro e pequenos empreendedores do Estado de Mato Grosso para que acompanhem esse processo e se preparem para usufruir dessa linha de crédito. “Vamos dar ampla divulgação para que o recurso possa ser bem aproveitado, para que fomente o crescimento das micro e pequenas empresas, será muito importante nesse momento, com o cenário econômico atual, realmente um impulso para o desenvolvimento”, destacou Paulo Gasparoto, presidente da FCDL-MT.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso, Seneri Paludo, poderá acessar às linhas de crédito toda e qualquer empresa constituída, devidamente formalizada e que cumpra os requisitos necessários para análise e concessão de crédito.

Entre os itens financiáveis estão a implantação de novos empreendimentos, expansão ou diversificação da capacidade produtiva, estruturação e fortalecimento de cadeias e arranjos produtivos locais, inovação e modernização tecnológica e ações de recuperação ou preservação ambiental.

Os empresários ainda poderão utilizar o financiamento, que terá um teto de R$ 200 mil por tomador, para adquirir veículos novos e usados com até dois anos, para o transporte turístico.

Fonte: Assessoria da Sedec-MT

Veja também

Mutirão Fiscal de Mato Grosso já negociou R$ 118 milhões em dívidas26/11/19 Os interessados em quitar suas dívidas junto ao Governo do Estado têm até o dia 29 deste mês de novembro para fazê-lo O Mutirão Fiscal Fecha Acordo do Governo de Mato Grosso, em parceria com o Poder Judiciário Estadual, negociou, em três semanas, débitos de contribuintes em atraso no valor bruto de R$ 118,53 milhões. Com os descontos......

Voltar para Notícias