Aba 1

Postado em 19 de Março às 08h54

Empresários terão assinatura eletrônica avançada na Junta Comercial de Mato Grosso no próximo mês

Jurídico e Tributário (107)Alertas e Comunicados (122)

Os empresários mato-grossenses poderão assinar eletronicamente atos empresarias na Junta Comercial a partir de 1º de abril. Mato Grosso será o terceiro estado a implantar a assinatura eletrônica avançada, que é um meio de comprovação da autoria e da integridade de documentos em forma eletrônica, com selo de confiabilidade e código de segurança.

"O governo do Estado tem o compromisso de dar agilidade e celeridade a todos os processos possíveis para facilitar para os cidadãos. Por isso, a diretoria e equipe técnica da Junta Comercial trabalha para dar condições de implantação da assinatura avançada rapidamente. Especialmente neste momento de pandemia, precisamos oferecer serviços ágeis e, se possível, gratuitos ao empresariado mato-grossense", diz César Miranda, secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico.

"É uma nova opção para assinar documentos eletrônicos, com respaldo legal, e é uma solução gratuita, moderna e inovadora para os cidadãos", afirma Manoel Lourenço de Amorim Silva, presidente da Jucemat. Ele ressalta que todos os atos que forem levados à Junta Comercial para arquivamento deverão ser assinados com a assinatura avançada e, também, os livros digitais.

Há diversas vantagens na assinatura avançada, entre elas a facilidade nas assinaturas de documentos com vários assinantes e não necessidade de Certificado Digital ICP-Brasil. Para assinar, é necessário o empresário ter um selo de confiabilidade - gratuito no portal do governo, e inserir o código de segurança, que será enviado para um e-mail ou número de celular.

Fonte: Só Notícias

Veja também

IOF: Operações de crédito voltam a ser cobradas30/11/20 Decreto antecipou a volta do IOF, prevista até 31 de dezembro, para financiar a isenção da tarifa de energia do Amapá. O Governo editou o Decreto nº 10.551, para revogar a isenção do IOF para as operações de créditos do país. A medida começa a valer nesta sexta-feira, 27. A isenção havia sido anunciada no dia......

Voltar para Notícias

Nós utilizamos Cookies para trazer uma experiência mais relevante nas suas navegações. Para saber mais acesse nossa Política de Privacidade.