• Acenm/CDL -

Notícias

Postado em 23 de Julho de 2015 às 17h46

Contra a “mão única” nas perimetrais de Nova Mutum

Parcerias e Apoios (58)Institucional (79)

Cerca de 100 empresas situadas nas ruas perimetrais à BR 163 levam reivindicação ao DNIT para manter o sentido duplo

Acenm/CDL Cerca de 100 empresas situadas nas ruas perimetrais à BR 163 levam reivindicação ao DNIT para manter o sentido duplo O superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (DNIT), Orlando Fanaia Machado, esteve nesta...

O superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (DNIT), Orlando Fanaia Machado, esteve nesta terça-feira (22) em Nova Mutum e pediu prazo de 15 dias para dar uma resposta às empresas de Nova Mutum que estão mobilizadas contra a implantação de sentido único na Perimetral das Samambaias e Perimetral José Aparecido Ribeiro. As empresas alegam que a pretendida implantação da mão única – parte do projeto de reformulação da travessia urbana da BR 163 – prejudicará seus estabelecimentos comerciais ao limitar o fluxo de consumidores.

A Acenm/CDL sediou no dia 08 de julho uma reunião onde cerca de 100 empresas estiveram representadas. A posição contrária à mão única foi defendida por todos os presentes. A partir daí, uma comissão de nove empresários levou a reivindicação adiante. O assunto passou pelo gabinete do prefeito Adriano Pivetta, que convidou o DNIT para a reunião realizada na terça-feira com comissão de empresários acompanhados pela Acenm/CDL.

Segundo Orlando, o DNIT fará uma análise com o corpo técnico para discutir a viabilidade de mudar o projeto original que prevê mão única. “Para acontecer essa alteração é preciso aprovar, considerando uma nova sinalização para as vias”, disse.

“Essa mobilização nasceu das próprias empresas afetadas, que trouxeram a causa para a associação”, explica o presidente da CDL, Hermínio Carli. “Enquanto entidade representativa, o papel da Acenm/CDL é dar suporte à classe empresarial em suas demandas, e vamos continuar dando todo o suporte e usando de todas as medidas possíveis para que esta reivindicação seja atendida”, acrescenta o presidente da Acenm, Jimmy Huppes.

_______________________________________
Assessoria de Imprensa – Acenm/CDL
Agência Folk – Comunicação Integrada
Tiago Franz – Jornalista 3621SC
Com informações: Assessoria/PMNM

Veja também

CREDICONSULT: Nova plataforma passa a operar a partir de hoje (01/02)01/02/16Equipe da Acenm/CDL está preparada para dar suporte a todos os associados usuários do sistema O Sistema CREDICONSULT ofertado pela Federação das Associações Comerciais e Empresariais de Mato Grosso (Facmat) e Boa Vista-SCPC foi melhorado e agora dispõe de uma nova plataforma, com novidades na operacionalização de inclusão e exclusão de dados. “A equipe da Acenm/CDL está preparada para orientar da melhor forma os nossos......
Sedec-MT quer atrair indústrias com nova lei de incentivos20/08/15No embalo das mudanças, Acenm/CDL defende a formação de um novo polo industrial em Nova Mutum Até o final do ano, o Programa de Desenvolvimento Industrial e Comercial de Mato Grosso (Prodeic) deverá ser substituído pelo Programa de Desenvolvimento Industrial – Investe Mato Grosso (Investe-MT). Começando do zero, a......

Voltar para Notícias