Aba 1

Postado em 07 de Maio às 11h08

Associados da Acenm/CDL denunciam golpe contra empresas mutuenses

Alertas e Comunicados (52)

Golpistas oferecem certificado de qualidade empresarial sem pesquisa e mentem citando parcerias inexistentes com empresas locais.

Acenm/CDL Golpistas oferecem certificado de qualidade empresarial sem pesquisa e mentem citando parcerias inexistentes com empresas locais. Associados comunicaram à Acenm/CDL a ocorrência de mais um golpe empreendido contra empresas...

Associados comunicaram à Acenm/CDL a ocorrência de mais um golpe empreendido contra empresas mutuenses. Os estelionatários fazem contato por telefone, se identificam como funcionários de uma empresa denominada Brazilian Pesquisas e oferecem às vítimas um certificado de qualidade empresarial e divulgações em mídias locais. O produto é ofertado ao custo de R$ 298,00 com possibilidade de parcelamento no cartão em até três vezes.

Um associado gravou uma das ligações recebidas e encaminhou o áudio à Acenm/CDL. Na conversa, uma mulher que se apresenta como “Kétlen” afirma que entre as divulgações de mídia incluídas no “produto” constam propagandas no Google, Facebook, Instagram e propagandas na rádio local Arinos FM, porém a emissora citada nega qualquer parceria com a suposta empresa Brazilian Pesquisas e afirma que nunca fez contato comercial com a mesma, tampouco tinha conhecimento da sua existência.

Além do certificado de qualidade, os golpistas afirmam que o pacote do produto inclui um selo de qualidade no atendimento e um relatório com a metodologia da pesquisa que supostamente identifica as empresas certificadas. Porém, questionada sobre como funciona a pesquisa, a mulher que se identifica como Kétlen não respondeu. Novamente questionada, disse ainda que a empresa Brazilian Pesquisas não possui site oficial na internet, apenas páginas nas redes sociais.

“Não é de hoje que esse tipo de golpe vem sendo tentado contra empresas mutuenses, e sabemos de algumas empresas que acabam comprando o tal produto. Fica aqui o nosso alerta a todos os empresários, para que não deem atenção para propostas de prêmios e certificados sem procedência e sem credibilidade perante a sociedade. Além do dinheiro jogado fora, esse tipo de selo de qualidade prejudica a imagem da empresa em vez de ajudar”, avalia o gerente administrativo da Acenm/CDL, Rodrigo Rigoni.


Por: Tiago Franz | Jornalista 3621SC

Veja também

5 casos em que o MEI pode ser desenquadrado14/05 Entenda em quais casos o MEI pode ser desenquadrado do regime tributário e o que fazer para não ficar em dívida com a Receita. O MEI é um regime tributário escolhido por muitos microempreendedores que estão começando o seu negócio e procuram se formalizar. Dentre as várias vantagens do MEI estão o CNPJ e alvará de funcionamento,......
COVID-19: Município flexibiliza abertura de mais empresas e Estado obriga uso de máscaras23/04Decreto municipal 058/2020 autoriza funcionamento de academias e escolas de idiomas, com restrições. Lei estadual prevê multas por ausência de máscaras Entrou em vigor na data de ontem (22) o decreto municipal 058/2020, que regulamenta a abertura, com restrições, de academias e escolas de idiomas. O decreto 058 complementa o de nº 053/2020, que já havia autorizado o funcionamento de......

Voltar para Notícias