• Acenm/CDL -

Notícias

Postado em 07 de Janeiro de 2014 às 12h17

Alvará 2014: primeira parcela vence no dia 31 de janeiro

Alertas e Comunicados (69)Jurídico e Tributário (77)
Acenm/CDL Novo Conteúdo 01 Assinado no dia 11 de dezembro de 2013 pelo prefeito Adriano Pivetta e em vigor desde o dia 1º de janeiro, o Decreto Nº 120 “estabelece normas para cobrança do Alvará de Funcionamento do...

Assinado no dia 11 de dezembro de 2013 pelo prefeito Adriano Pivetta e em vigor desde o dia 1º de janeiro, o Decreto Nº 120 “estabelece normas para cobrança do Alvará de Funcionamento do exercício de 2014”.

De acordo com o documento, o Alvará 2014 poderá ser pago em parcela única até 31 de janeiro de 2014 ou em três parcelas: a primeira até 31 de janeiro, a segunda até 28 de fevereiro e a terceira até 31 de março. Após a data de vencimento serão acrescidos multa e juros (Lei Complementar nº 089/2012).

Segundo o Setor de Tributação do Município, os boletos de cobrança estarão disponíveis a partir da semana que vem, porém a data exata ainda não está confirmada. O tributo teve reajuste de 5,66% em relação ao ano passado. O valor é o mesmo para pagamento único ou parcelado.

EXIGÊNCIAS

No Artigo 3º, o decreto determina que o Certificado da Licença de Fiscalização e Funcionamento somente será expedido após cumprimento das exigências previstas no Anexo I do documento. As certidões exigidas mudam de acordo com o segmento da empresa. (Veja o decreto e o anexo na íntegra)

Os estabelecimentos sujeitos a apresentação do Alvará de Prevenção Contra Incêndio e Pânico – APCIP poderão retirar o Alvará de Funcionamento mediante apresentação do requerimento do APCIP, com protocolo com data superior a 30 dias, juntamente com as demais certidões exigidas. Caso a equipe de vistoria da 5ª CIBM (Bombeiros) constatar irregularidades que impeçam a expedição do APCIP, a mesma deverá comunicar ao Setor de Tributação do Município, que irá suspender o Alvará de Funcionamento mediante notificação.

_________________________________
Assessoria de imprensa – Acenm/CDL
Folk – Comunicação Integrada
Tiago Franz – Jornalista 3621SC

Veja também

Presidentes dão entrevista sobre influência da safra na economia mutuense22/01/15 Os novos presidentes da Acenm e da CDL Nova Mutum, Jimmy Huppes e Marcelo Mayolino, respectivamente, foram entrevistados na tarde de ontem (21) por uma equipe da Rede Globo, para uma reportagem sobre a economia local. O repórter Luiz Patroni falou com Huppes e Mayolino sobre a importância do agronegócio na economia mutuense e como as safras impactam nas demais atividades comerciais do......
Acenm/CDL comemora derrubada do veto do Refis das MPEs06/04/18Micro e pequenas empresas terão descontos e até 175 meses para quitar impostos federais atrasados; 600 mil empresas devem ser beneficiadas. A Associação Comercial e Empresarial e a Câmara de Dirigentes Lojistas de Nova Mutum (Acenm/CDL) comemorou nesta terça-feira (03.04) a derrubada do veto presidencial ao programa de refinanciamento dos débitos de micro e......
Agora Acenm e Cdl tem o Vivo Empresas14/06/17   A Acenm e Cdl hoje conta com a vivo empresas, que é uma parceria entre a entidade e a vivo. O objetivo é levar mais agilidade e tranquilidade as empresas quando o assunto é telefonia.   São vários os......

Voltar para Notícias