Aba 1

Postado em 27 de Julho de 2015 às 20h07

Acenm/CDL esclarece que não tem envolvimento com vendedores de prêmios empresariais

Acenm/CDL Na última semana, a Acenm/CDL respondeu a dúvidas de diversas empresas locais, que receberam, em seus estabelecimentos, vendedores de prêmios do gênero “destaque empresarial” e “top of...

Na última semana, a Acenm/CDL respondeu a dúvidas de diversas empresas locais, que receberam, em seus estabelecimentos, vendedores de prêmios do gênero “destaque empresarial” e “top of mind”. Para evitar confusões, a Acenm/CDL esclarece que não tem nenhum envolvimento com tais pessoas, e que o prêmio Top of Mind organizado pela associação não é vendido, e sim revelado através de uma pesquisa de opinião – isenta de qualquer influência – que identifica as marcas mais lembradas pela população de Nova Mutum.

Segundo relatos de diversos associados, os vendedores estão abordando as empresas com informações superficiais, o que pode gerar confusão e até mesmo associação com o prêmio organizado pela Acenm/CDL. “É uma prática comum que se repete a cada ano; pessoas que passam de cidade em cidade vendendo prêmios sem nenhum embasamento e credibilidade, apenas para tirar dinheiro das empresas”, explica o presidente da Acenm, Jimmy Huppes.

“A pesquisa da edição 2015 do Top of Mind realizado pela Acenm/CDL ainda está em fase inicial e seguirá durante o mês de agosto. Faremos a divulgação dos resultados somente no mês de setembro. Até lá não é possível saber quais empresas ganharam o prêmio. Sob nenhuma hipótese o prêmio é vendido, até porque isso desvirtuaria totalmente o propósito do evento, que é identificar as marcas mais lembradas e assim estimular o desenvolvimento do comércio mutuense”, acrescenta o presidente da CDL, Hermínio Carli.

A Acenm/CDL esclarece ainda que o único desembolso feito pelas empresas é para participarem da cerimônia de entrega dos troféus, através da compra de mesas na festa. “Essa é a forma que a temos de viabilizar a realização do evento, considerando que somos uma entidade representativa. Mesmo assim, a comercialização das mesas só é feita após a divulgação do resultado da pesquisa e a empresa ganhadora não é obrigada a ir na festa para retirar o seu troféu. Mesmo que não compre o acesso à festa, a empresa não deixa de ser reconhecida como a mais lembrada em seu segmento. A cerimônia serve para confraternizar e abrilhantar o evento,” encerra Huppes.

_______________________________________
Assessoria de Imprensa – Acenm/CDL
Agência Folk – Comunicação Integrada
Tiago Franz – Jornalista 3621SC

Veja também

Sefaz suspende inscrição estadual de empresas que não aderiram ao Domicilio Tributário Eletrônico28/02/20 O Domicílio Tributário Eletrônico (DTE) é obrigatório para todas as empresas, com exceção do Microempreendedor Individual (MEI) Por Lorena Carvalho | Sefaz MT Mais de 20 mil empresas, inscritas no Cadastro de Contribuintes do Estado (CCE), não aderiram ao Domicílio Tributário Eletrônico (DTE) e podem ter sua inscrição......
IMPORTANTE: Assembleia Legislativa acaba de aprovar Refis19/09/16 Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) acabou de aprovar o programa de Recuperação de Créditos do Estado (Refis). Com a queda do FUNEDS, em agosto de 2016, voltaram os débitos para conta corrente de todos que aderiram ao......

Voltar para Notícias

Acesse o regulamento no anexo a seguir:

Nós utilizamos Cookies para trazer uma experiência mais relevante nas suas navegações. Para saber mais acesse nossa Política de Privacidade.