Aba 1

Postado em 09 de Fevereiro de 2015 às 15h39

Acenm/CDL cobra segurança pública em reunião com Taques

Facmat e Associações Comerciais entregam carta com demandas ao governador

Acenm/CDL Facmat e Associações Comerciais entregam carta com demandas ao governador O presidente da Acenm, Jimmy Huppes, e o vice-presidente Joelmir Faccio representaram a Acenm/CDL e acompanharam a Federação das...

O presidente da Acenm, Jimmy Huppes, e o vice-presidente Joelmir Faccio representaram a Acenm/CDL e acompanharam a Federação das Associações Comerciais e Empresariais de Mato Grosso (Facmat) em uma reunião entre a classe empresarial do Estado e o governador Pedro Taques, realizada no início do mês em Cuiabá.

A pauta de reivindicações do setor empresarial inclui o problema da fuga de investimentos em Mato Grosso, logística, políticas de incentivo tributário, inclusão dos órgãos representativos de classe nas discussões sobre sansões ou vetos de leis relativas às atividades empresariais no estado e ampliação do enquadramento do simples para o teto nacional de R$ 3,6 milhões. As demandas foram entregues ao governador em uma carta de intenções assinada pelo presidente da Facmat, Jonas Alves de Souza (Confira no anexo abaixo a carta na íntegra: Ofício nº 002/2015 da Facmat).

Os representantes de Nova Mutum deixaram também reivindicações do município e região. “Um dos nossos problemas mais sérios é a segurança pública, que foi assunto de reuniões na Acenm/CDL durante todo o ano passado, e que em função do final de mandato do governo e eleições estaduais, tivemos que aguardar até a posse do novo governador para levar esse assunto ao Estado. É um problema de toda a região e que, segundo o governador, terá atenção especial agora”, relata Huppes.

Na reunião, Taques disse aos empresários que vai trabalhar para criam em Mato Grosso um ambiente negocial para que os empresários possam produzir, praticar o comércio e se desenvolver. “Nesses primeiros 30 dias nós estivemos conhecendo a casa, os estragos feitos nos últimos tempos. A Secretaria de Fazenda hoje atrapalha o desenvolvimento do nosso Estado em razão da criação de quase 5 mil atos normativos em quase cinco anos, que resultou em 230 mil, processos administrativos tributários, quase 7 mil por mês, e nós precisamos parar com esses atos e descomplicar o ICMS”, expôs o governador.

Veja aqui um vídeo sobre a reunião entre o governador Taques e os representantes da Facmat.


_______________________________________
Assessoria de Imprensa – Acenm/CDL
Agência Folk – Comunicação Integrada
Tiago Franz – Jornalista 3621SC

Veja também

Facmat traz tecnologia de emissão gratuita de NFC-e para Mato Grosso29/01/14 A Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado de Mato Grosso (Facmat), da qual a Associação Comercial e Empresarial de Nova Mutum (Acenm) é filiada, prepara o lançamento do primeiro software gratuito para emissão da Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e) em Mato Grosso. A entidade assinou convênio na tarde de ontem (28) com......
Cartazes alertam sobre uso obrigatório de máscara em estabelecimentos de Nova Mutum28/04Acenm/CDL confeccionou e distribuiu a empresas associadas o total de 500 cartazes Desde a semana passada, o uso de máscara por colaboradores e clientes é obrigatório em todos os estabelecimentos públicos e privados de Mato Grosso, de acordo com a Lei Estadual nº 11.110/2020. Para conscientizar a......

Voltar para Notícias