Aba 1

Postado em 13 de Agosto de 2020 às 17h37

Restaurantes e afins criam Núcleo de Gastronomia na Acenm/CDL

Fomento (88)Institucional (34)Economia e mercados (157)
Acenm/CDL Grupo discute ações para amenizar os efeitos da pandemia e analisa pesquisa de opinião sobre o comportamento do consumidor mutuense quanto aos estabelecimentos gastronômicos Empresas do setor de...

Grupo discute ações para amenizar os efeitos da pandemia e analisa pesquisa de opinião sobre o comportamento do consumidor mutuense quanto aos estabelecimentos gastronômicos

Empresas do setor de gastronomia associadas à Acenm/CDL reuniram-se hoje (13) no auditório da entidade para discutirem a situação do segmento diante da pandemia de Covid-19 e apreciarem a proposta de criação do Núcleo Setorial de Gastronomia da Acenm/CDL. Aprovado por todos, o núcleo será imediatamente instalado e terá como primeiro coordenador o empresário Nelci Casarin, escolhido na reunião.

Implementados com bastante sucesso em associações comerciais de estados como Santa Catarina e Paraná, os núcleos setoriais são grupos de trabalho compostos por representantes de empresas de um mesmo segmento, tendo como objetivo buscar a união entre os membros do setor e o aperfeiçoamento técnico de produtos e serviços oferecidos, fortalecendo o associativismo e as empresas participantes.

“O Núcleo de Gastronomia da Acenm/CDL é o primeiro dentre outros que pretendemos criar, e as vantagens são muitas. Se o segmento quisesse montar uma associação à parte seria burocrático e custoso. Mas criando o núcleo via Acenm e CDL, que são entidades com quase 30 anos de existência, o resultado é o mesmo e com burocracia zero, além de economizar utilizando a estrutura já existente”, avalia o presidente da Acenm, Joelmir Faccio.

“O núcleo serve para a promoção de cursos e treinamentos, compras em conjunto, obter mais força nas solicitações do setor, entre muitas outras ações. E tendo isso dentro da Acenm/CDL é a garantia de que teremos uma entidade cada vez mais forte para defender o setor empresarial, somando esforços ao invés de dividir”, acrescenta o presidente da CDL, Roberto Giequelin.

Para participar do núcleo os pré-requisitos são: ser do ramo da gastronomia, ser adepto ao associativismo e ser associado à Acenm/CDL. As empresas interessadas podem procurar a Acenm/CDL para mais informações.

Acenm/CDL Presentes na reunião, representantes do Sebrae e da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo manifestaram seu total apoio à proposta de criação do Núcleo Setorial, por...

Presentes na reunião, representantes do Sebrae e da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo manifestaram seu total apoio à proposta de criação do Núcleo Setorial, por acreditarem que é a melhor alternativa para o fortalecimento do segmento.

Decidiu-se ainda, na reunião, pela realização da segunda edição do Festival Gastronômico de Nova Mutum, após consulta aos presentes feita pelo secretário Municipal de Indústria e Comércio, Jimmy Huppes. Satisfeitos com os resultados da edição 2019, os restaurantes estão dispostos a repetir o evento em 2020, em formato compatível com as medidas de segurança.

 

PESQUISA

A reunião foi aberta com a apresentação dos resultados de uma pesquisa de opinião realizada pela Acenm/CDL com a intenção de entender o comportamento dos consumidores mutuenses quanto ao consumo em restaurantes durante a pandemia. Aplicada de 30/07 a 12/08, a enquete online contou com quatro perguntas e foi respondida por 357 pessoas, perfazendo um índice de confiabilidade de 90% e margem de erro de 4,35%.

A pesquisa aponta para um relevante percentual de pessoas que ainda se sentem inseguras para frequentar restaurantes, além de uma grande preferência pela modalidade delivery. Diante dos últimos acontecimentos da pandemia, 66,4% estão mais propensos ao consumo por delivery, enquanto 11,4% preferem ir ao estabelecimento; 22,2% disseram estar indiferentes.

A pesquisa apurou que 40,9% dos consumidores se sentem seguros em voltar a frequentar os estabelecimentos de gastronomia de Nova Mutum, enquanto 36,1% não se sentes seguros; 17,9% responderam “talvez” e 5,1% “pouco provável”.

Enquanto 68,8% fazem questão de conhecer todas as medidas de biossegurança oferecidas pelo estabelecimento antes de voltar a frequentá-lo, 13,1% não fazem questão de conhecer e 18,2% responderam “talvez”.

Para 13% dos entrevistados, a principal preocupação é com a lotação e o distanciamento seguro de mesas. Outros 10,7% se preocupam mais com a frequência de limpeza do ambiente (mesas, banheiros, corrimões e maçanetas). Uma parcela menor se preocupa mais com as pessoas que frequentam o ambiente e com a garantia na limpeza correta de pratos, copos e talheres. O que chama a atenção é que 63,9% disseram se preocupar com todas as opções acima.

“Diante das respostas obtidas, nós temos a clara consciência de que o consumidor está sim preocupado com a saúde e quer informação da parte dos restaurantes. Nós temos acompanhado e podemos constatar o rigor com que os estabelecimentos associados têm feito a higienização dos ambientes e seguido as normas de biossegurança, e por isso pretendemos levar essa informação, junto com o núcleo setorial e nossos associados, para o público. Com cada estabelecimento mostrando os cuidados que vem tomando, o consumidor poderá voltar a frequentar seus restaurantes preferidos com mais tranquilidade”, expõe o gerente administrativo da Acenm/CDL, Rodrigo Rigoni.

Por: Tiago Franz | Jornalista 3621SC

Veja também

Acenm/CDL pede à Energisa restabelecimento do atendimento presencial22/05/20Sistema de atendimento à distância tem causado dificuldades e prejuízos a empresas Em ofício remetido nesta quarta-feira (20) à diretoria da Energisa Mato Grosso, na pessoa do diretor Sr. Amaury Antônio Damiance, a Acenm e a CDL solicitaram o restabelecimento com urgência do atendimento presencial na unidade de Nova Mutum. Assinado pelos presidentes Joelmir Faccio (Acenm) e Roberto Giequelin (CDL), o Ofício nº 477/2020 traz nas suas......

Voltar para Notícias

Acesse o regulamento no anexo a seguir:

Nós utilizamos Cookies para trazer uma experiência mais relevante nas suas navegações. Para saber mais acesse nossa Política de Privacidade.