Aba 1

Postado em 18 de Junho de 2020 às 09h31

Mato Grosso deixou de arrecadar R$ 94 milhões na primeira quinzena de junho

Estimativa é feita com base no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), principal fonte de renda do Estado.

Mato Grosso deixou de arrecadar R$ 94 milhões entre os dias 1 e 15 de junho, de acordo com dados do 11º boletim econômico do Governo do Estado, divulgado nesta terça-feira (16). Número representa a queda de 13,7% a menos que o mês de março.

Estimativa é feita com base no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), principal fonte de renda do Estado. Tributo arrecadado corresponde a cerca de 50% da receita pública.

Queda indica que a economia mato-grossense voltou a apresentar índices negativos. Entre os dias 8 e 12 de junho, houve redução no faturamento tributável total das empresas correspondente a 15%.

Emissão de documentos fiscais eletrônicos teve valor médico diário de R$ 1 bilhão, contra R$ 1,2 bilhão da semana anterior. Conforme pontuou o secretário de Estado de Fazenda, Rogério Gallo, não é possível prever o nível de atividade econômica ao menos até o final do ano, em decorrência da crise ocasionada pela pandemia do coronavírus.

Boletim é feito com base em informações extraídas dos sistemas informatizados da Sefaz, por meio de documentos fiscais eletrônicos emitidos diariamente. Objetivo central é estudar os impactos da pandemia sobre a receita estadual.

Nesta semana, todos os principais setores econômicos apresentaram quedas expressivas na segunda semana do mês. Agropecuária reduziu 22%, comércio e serviços teve 15% de queda e a indústria, que tinha até então desempenho positivo, caiu 4%.

FONTE: MT Econômico

Veja também

Polo tecnológico de Nova Mutum é tema de reunião com empresários24/08/16 Um Centro Tecnológico ou Parque Tecnológico compreende uma área delimitada, convenientemente urbanizada, destinada às empresas intensivas em tecnologia que estabelecem próximo de universidades com o objetivo de aproveitar a capacidade científica e técnica dos pesquisadores e laboratórios. Aconteceu no dia 17 de agosto, no Sindicato Rural, uma nova......
SEBRAE/MT demonstra em estudo que Decretos podem prejudicar os pequenos negócios 10/02/16Documento que solicita a revisão dos Decretos 380 e 381 foi encaminhado ao Governador Pedro Taques Na tarde da última quinta-feira (4), representantes da FACMAT juntamente com o analista de políticas públicas do Sebrae Nacional, Thiago Silva, e representantes do setor produtivo do Estado participaram de uma reunião na Secretaria......

Voltar para Notícias

Acesse o regulamento no anexo a seguir:

Nós utilizamos Cookies para trazer uma experiência mais relevante nas suas navegações. Para saber mais acesse nossa Política de Privacidade.