Aba 1

Postado em 18 de Novembro de 2015 às 19h44

Decreto municipal estende horário do comércio no final de ano

Acenm/CDL Com o objetivo de fortalecer o comércio local durante o período de final de ano, época em que tradicionalmente acontece um aquecimento nas vendas, o prefeito Adriano Pivetta assinou o decreto 107/2015, que altera o...

Com o objetivo de fortalecer o comércio local durante o período de final de ano, época em que tradicionalmente acontece um aquecimento nas vendas, o prefeito Adriano Pivetta assinou o decreto 107/2015, que altera o horário de atendimento no comércio mutuense. O funcionamento dos estabelecimentos no novo horário é facultativo.

Pelo decreto, fica estabelecido que do dia 27 de novembro até o dia 31 de dezembro o comércio local pode atender das 7h às 21h de segunda a sábado e das 7h às 12h aos domingos. Excepcionalmente no dia 20 de dezembro (domingo) o comércio poderá abrir das 7h às 18h.

Segundo o secretário de Indústria, Comércio e Turismo, Romário Limberger Júnior, a medida é importante, pois fortalece o setor comercial aumentando o faturamento e auxiliando nas compras dos cidadãos mutuenses.

O decreto está disponível AQUI.

_______________________________________
Assessoria de Imprensa – Acenm/CDL
Agência Folk – Comunicação Integrada
Tiago Franz – Jornalista 3621SC
Com informações: Assessoria/Prefeitura de Nova Mutum

Veja também

Economia mutuense dá fortes sinais de retomada30/07/20 Mês de junho fechou com saldo de empregos positivo, aumento da arrecadação municipal e do movimento do comércio. Setores de eventos, gastronomia e escolas ainda sofrem Dados do SPC Brasil apontam que o movimento do comércio de Nova Mutum no mês de junho apresentou um crescimento de 5,03% frente ao mesmo período de 2019. O resultado do município foi superior......
39% DOS CONSUMIDORES VÃO GASTAR MENOS NA PÁSCOA, REVELA PESQUISA DO SPC BRASIL12/04/1757% dos brasileiros pretendem comprar na data; 21% vão participar de ‘amigo chocolate’ e mais de um terço dos entrevistados vão às compras mesmo com dívidas em Com a economia ainda em recessão e o desemprego crescente, as vendas na Páscoa deste ano não devem apresentar crescimento expressivo. Uma sondagem realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e......

Voltar para Notícias

Acesse o regulamento no anexo a seguir:

Nós utilizamos Cookies para trazer uma experiência mais relevante nas suas navegações. Para saber mais acesse nossa Política de Privacidade.