Aba 1

Postado em 13 de Dezembro de 2016 às 15h16

Contribuintes do Simples Nacional já podem parcelar débitos com Receita

Acenm/CDL Os contribuintes optantes pelo Simples Nacional e que tenham débitos com a Receita Federal relativos a competências até maio de 2016 poderão optar pelo parcelamento da dívida em até 120 meses,...

Os contribuintes optantes pelo Simples Nacional e que tenham débitos com a Receita Federal relativos a competências até maio de 2016 poderão optar pelo parcelamento da dívida em até 120 meses, com prestação mínima de R$ 300. O prazo de opção começa hoje e vai até o dia 10 de março de 2017. A opção pelo parcelamento abrange a totalidade dos débitos exigíveis e implica desistência compulsória dos parcelamentos em curso.

A resolução e a instrução normativa que regulamentam o parcelamento de débitos do Simples Nacional foram publicadas na últiam segunda (12) no Diário Oficial da União.

Para incluir no parcelamento os débitos que estão em discussão administrativa ou judicial, o contribuinte deverá comparecer à unidade da Receita Federal de seu domicílio tributário e apresentar desistência da discussão administrativa ou cópia da petição de desistência da ação judicial. A primeira parcela deverá ser paga, em regra, até dois dias após o pedido ou até o último dia útil do mês, o que for menor, informou a Receita Federal.

O pedido de parcelamento deverá ser apresentado até as 20h, horário de Brasília, do dia 10 de março de 2017, exclusivamente por meio do site da Receita na internet nos portais e-CAC ou Simples Nacional.

Fonte: Agência Brasil
Foto: Reprodução

Veja também

FOTOS - Entrega dos troféus Top of Mind 202024/11/20 Confira as fotos da entrega dos troféus Top of Mind 2020, realizada nas dependências da Acenm/CDL entre os dias 11 e 13 de novembro. IMPORTANTE: A Acenm/CDL está disponibilizando neste álbum digital (e também em nosso Facebook), para divulgação, uma foto de cada empresa/categoria que retirou seu troféu Top of Mind 2020. As empresas que compraram......
ADIN propõe extinção da Tacin e Taseg02/06/14Acenm e CDL participam da ação, de iniciativa do deputado Dilmar Dal’ Bosco, com convite para todas as entidades do setor empresarial Diante da resistência do Governo do Estado em revogar as Taxas de Segurança Pública e de Combate a Incêndio (Tacin/Taseg) o deputado estadual Dilmar Dal’Bosco procurou o presidente regional do Democratas, o parlamentar federal......
Governo reduz ICMS para bares, restaurantes e estabelecimentos similares24/02/20Imposto cai para empreendimentos descritos na lei e obriga a destinação de 1% ao Funtur O governador Mauro Mendes assinou decreto que regulamenta a redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para bares, restaurantes e estabelecimentos similares. O Decreto 378/2020, publicado no......

Voltar para Notícias

Acesse o regulamento no anexo a seguir:

Nós utilizamos Cookies para trazer uma experiência mais relevante nas suas navegações. Para saber mais acesse nossa Política de Privacidade.