Aba 1

Postado em 12 de Março de 2015 às 19h26

CONTRA A CORRUPÇÃO: Acenm/CDL convida para manifesto e emite opinião

Acenm/CDL Novo Conteúdo 02 No próximo domingo, 15 de março, diversas cidades brasileiras viverão manifestações contra a corrupção. Em Nova Mutum, uma manifestação pacífica...

No próximo domingo, 15 de março, diversas cidades brasileiras viverão manifestações contra a corrupção. Em Nova Mutum, uma manifestação pacífica está sendo preparada através de uma mobilização popular com apoio de entidades da sociedade civil organizada.

Em acordo com a opinião da grande maioria dos seus associados, a Associação Comercial e Empresarial e Câmara de Dirigentes Lojistas de Nova Mutum (Acenm/CDL) está participando da organização do ato e convida toda a classe empresarial e população do município a participar. Sindicato Rural, Aprosoja, associação dos caminhoneiros e outras entidades também estão à frente do manifesto, com apoio do poder público municipal.

A concentração terá início às 15h, no pátio do auto posto localizado no trevo principal da cidade. Em passeata os manifestantes se deslocarão até a Praça da Bíblia. Os organizadores sugerem à população que compareça com camiseta verde ou amarela e que leve água para consumo próprio.

POSICIONAMENTO DA ACENM/CDL

Em decorrência das diferentes interpretações que as pessoas – e em especial os empresários – possam fazer do manifesto, o presidente da Acenm, Jimmy Huppes, esclarece o posicionamento institucional em nome do Centro Empresarial Mutuense, formado pela Acenm e CDL. Confira:

“As causas que mobilizam os brasileiros nesse momento são bem variadas. Há posições contra partidos, contra governantes, a favor de impeachment, e por aí vai. Porém, nós da Acenm/CDL entendemos que esse é um protesto contra a corrupção em geral, em qualquer nível, e não apenas direcionado a alguns grupos políticos ou pessoas públicas.

Nós questionamos, sim, muita coisa no atual governo. Estabeleceu-se um modelo de governança problemático, através de decretos e medidas provisórias, que não é bom para a democracia. Os três poderes estão desvirtuados. O Executivo é caro e ineficiente. Os serviços que presta à sociedade são péssimos, e a burocracia emperra o desenvolvimento do País. O Judiciário tem o problema da morosidade e o Legislativo está cada vez mais longe de representar o povo. Nós precisamos de mudança. Falta institucionalidade no Brasil, ou seja, fazer as instituições cumprirem seu papel sem interferência de interesses políticos e econômicos.

Portanto, a Acenm/CDL apoia o manifesto contra a corrupção, pelo fim da impunidade, mas não se posiciona em relação a causas como o impeachment presidencial que alguns defendem. Esperamos que o protesto deste domingo seja ordeiro e que as pessoas exerçam sua cidadania com consciência.”

_______________________________________
Assessoria de Imprensa – Acenm/CDL
Agência Folk – Comunicação Integrada
Tiago Franz – Jornalista 3621SC

Veja também

Empresários se reúnem com deputados da Frente Parlamentar para discutir a Reforma Tributária23/11/16 Na noite de terça-feira, 22, foi realizada uma reunião na Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL entre os representantes do setor empresarial de Mato Grosso e os deputados Oscar Bezerra, Sebastião Resende, Dilmar Dal Bosco e Carlos Avalone, que integram a Frente Parlamentar em Defesa do Comércio. O presidente da FACMAT, Jonas Alves esteve presente à reunião, bem......
Treinamentos para gerentes e vendas no varejo iniciam na próxima semana08/06/15Programas de qualificação serão realizados entre 16 e 19 de junho. Informações na Acenm/CDL Com apoio da Acenm/CDL, o Grupo Friedman traz a Nova Mutum, neste mês de junho, dois programas de treinamento para o comércio varejista. TREINAMENTO DE GERENTES – O Programa de Treinamento de Gerentes (PTG) será realizado de 16......

Voltar para Notícias

Nós utilizamos Cookies para trazer uma experiência mais relevante nas suas navegações. Para saber mais acesse nossa Política de Privacidade.