Aba 1

Postado em 08 de Setembro de 2020 às 10h59

Receita abre programa de renegociação de dívidas

Pessoas físicas, microempresas e companhias de pequeno porte podem renegociar dívidas de até R$ 62.700.

A Receita Federal publicou edital que abre um novo programa de parcelamentos de dívidas tributárias de pequeno valor. Poderão ser parcelados débitos de até 60 salários mínimos (hoje, R$ 62.700), com descontos que podem chegar a 50%.

O benefício poderá ser acessado por pessoas físicas, microempresas e companhias de pequeno porte. De acordo com o Fisco, existem hoje cerca de 340 mil processos nesse perfil, considerado de baixo valor pelo órgão, totalizando uma dívida de aproximadamente R$ 10,7 bilhões.

O desconto poderá variar de 20% a 50% do valor total do débito, a depender da data de pagamento da entrada e do número de parcelas. Quanto mais longo o parcelamento, menor a redução.

O programa não permite a renegociação de dívidas do Simples Nacional. Também não serão aceitos débitos que tenham sido objeto de parcelamentos anteriores ou que estejam suspensos por decisão judicial.

Inscrições

As inscrições estarão disponíveis entre 16 de setembro e 29 de dezembro no site da Receita.

Para aderir ao edital, o contribuinte deve preencher requerimento no portal do Centro Virtual de Atendimento na página da Receita, no serviço "transação". O edital também está disponível na página do Fisco.

Fonte: Portal Contábeis

Veja também

Protocolada reclamação coletiva contra serviços de telefonia e internet23/01/15Acenm/CDL reuniu cerca de 150 assinaturas de empresários insatisfeitos A insatisfação da classe empresarial quanto aos serviços de telefonia e internet ofertados no estado de Mato Grosso pela Oi levou a Associação Comercial e Empresarial de Nova Mutum e Câmara de Dirigentes Lojistas (Acenm/CDL) a organizar, em outubro de 2014, uma reclamação formal e coletiva contra a empresa. Com cerca de 150 assinaturas de empresários, o......

Voltar para Notícias

Acesse o regulamento no anexo a seguir:

Nós utilizamos Cookies para trazer uma experiência mais relevante nas suas navegações. Para saber mais acesse nossa Política de Privacidade.