Aba 1

Postado em 09 de Abril de 2014 às 12h07

PÁSCOA: Crescimento tímido para as vendas do comércio

Acenm/CDL Novo Conteúdo 01 As vendas do comércio de Nova Mutum no período de Páscoa deverão crescer 3,5% em relação a 2013, margem que é considerada tímida se comparada aos resultados dos...

As vendas do comércio de Nova Mutum no período de Páscoa deverão crescer 3,5% em relação a 2013, margem que é considerada tímida se comparada aos resultados dos anos anteriores.

De acordo com a Associação Comercial e Empresarial de Nova Mutum e Câmara de Dirigentes Lojistas (Acenm/CDL), para os setores mais diretamente ligados à data comercial, como supermercados, padarias e lojas especializadas, o resultado será um pouco melhor. Esses setores aguardam um incremento de 8 a 10% em relação ao mesmo período do ano passado.

A estimativa para Nova Mutum acompanha o cenário nacional, como explica o presidente da CDL, Rodrigo Rigoni.

“O crescimento é tímido, haja vista que desde a virada do semestre a atividade do comércio tem desacelerado, o que já era previsto por alguns economistas. Um dos fatores é a alta da inflação, que o governo não admite, mas é um problema real. O fantasma da inflação está rondando a economia. Outro fator é a alta da taxa básica de juros, que voltou a patamares anteriores à crise de 2008. Tudo isso contribui para que a confiança do consumidor diminua ao efetuar suas compras”, contextualiza Rigoni.

_________________________________
Assessoria de imprensa – Acenm/CDL
Folk – Comunicação Integrada
Tiago Franz – Jornalista 3621SC

Veja também

Pronampe: Lei cria linha de crédito para micro e pequenas empresas19/05 Micro e pequenas empresas podem optar por linha de crédito para amenizar os efeitos da crise de Coronavírus. O presidente Jair Bolsonaro sancionou lei que cria linha de crédito para auxiliar micro e pequenas empresas durante a crise do novo coronavírus. A sanção publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira, 19. O valor dos......
Consumidor opta pela moderação no Dia das Crianças08/10/15 O consumidor está menos disposto a comprar presentes e vai gastar menos este ano para comemorar o Dia das Crianças, segundo levantamento nacional realizado pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito).......

Voltar para Notícias